quarta-feira, 30 de abril de 2014

II Seminário Internacional Diálogos com Paulo Freire sucesso em Natal RN






A equipe do SINTE RN, realizou de 23 a 25 de abril, grande encontro de educadores, estudantes e várias autoridades ligadas a educação no II Seminário Internacional Diálogos com Paulo Freire.
No evento foram realizadas oficinas com apresentação de trabalhos acadêmicos de alunos de todo o Brasil, professoras de Portugal e Peru. O presidente da CNTE, o prof. Roberto Franklin Leão e várias autoridades ligadas a educação do RN.
Também presentes os Deputados Federal Fátima Bezerra e Fernando Mineiro.
De Florânia, um grupo de professores, participando do grande encontro de educação .
Fotos: Juraci Araújo.

sábado, 26 de abril de 2014

Feijoada Dançante ao som de Miguel Calixtone

Convite
Feijoada Dançante
Pagode com o cantor Miguel Calixtone
Data: 27-04-2014
Hora: 12:00hs...
Local: Bar do Dedé, Rua: Antônio Martins, 332- Bairro Nazaré- Natal -RN
Contatos: 8887-5411
9679-0455

terça-feira, 22 de abril de 2014

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA


Painel_Projeto_Música_na_Escola
MÚSICA NA ESCOLA
No ano de 2006 e 2007, foi desenvolvido na Escola Estadual Cel. Silvino Bezerra, município de Florânia/RN, o projeto pedagógico Música na Escola, pelo Professor Junior Galdino.
NILSON 167
O projeto tinha como objetivo trabalhar as habilidades musicais, trabalhar a autoestima e ampliar os conhecimentos musicais dos alunos.
NILSON 166
Várias etapas foram desenvolvidas, entrevista com todos os alunos sobre aptidão musical, oficina de pintura, ensaios e apresentações musicais, além de participação em desfile cívico e concurso musical na região.
IMG_0329IMG_0332IMG_0380IMG_0368 IMG_0381 IMG_0383NILSON 017NILSON 002 NILSON 008 NILSON 034 NILSON 117 NILSON 143 NILSON 165 NILSON 175 NILSON 176
Confiram as fotos e quem participou do projeto matem a saudade!
NILSON 130
Por Junior Galdino
- See more at: http://coisasdeflorania.com.br/?p=6950#sthash.IJH8sRMv.7keDfYnm.dpuf

domingo, 20 de abril de 2014

Roupa Nova em Currais Novos RN







Sucesso a festa de Roupa Nova em Currais Novos RN, nesse dia 19 do corrente mês, com a participação de pessoas de grande parte da Região Seridó e demais.
Parabéns aos organizadores dessa grande festa.
Fotos: Juraci Araújo.

Pagamento das Letras ao Magistério Estadual

Governo publicou e sancionou a LC nº 503 de 26/03/2014, que Concede progressão a servidores públicos da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) ocupantes dos cargos públicos de provimento efetivo de Professor e Especialista de Educação.

De acordo com informações colhidas junto a SEEC, todo o professor que tem direito a referida progressão receberá agora no contracheque do mês de abril.

O governo do estado fará o pagamento dessa letra retroagindo ao dia 27 de março.
http://www.janeayresouto.com.br/

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Florânia RN lugar de encantos





Florânia é um município no estado do Rio Grande do Norte (Brasil), localizado na microrregião da Serra de Santana. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano 2010 sua população era de 9 672 habitantes. Área territorial de 504 km².
Terra de cultura forte, de grandes seresteiros, de Birunga,de lindas serras e montes...
Fotos: Juraci Araújo.

UFRN OFERTARÁ NOVOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Educação a Distância em parceria com as unidades acadêmicas comunica que, em breve, lançará editais que regularão processos seletivos para admissão de novos alunos nos cursos de pós-graduação em nível de especialização na modalidade a distância.

Nas áreas de Gestão Pública e Gestão Pública Municipal serão oferecidas ao todo 360 vagas distribuídas nos polos de apoio presenciais de Caicó, Currais Novos, Macau e Parnamirim. Esses cursos são financiados pelo Programa Nacional de Formação em Administração Pública e 25 destas vagas são destinadas a servidores do quadro efetivo da UFRN.

Para concorrer a uma das vagas, os candidatos deverão exercer atividades de gestão em órgãos da rede pública ou ser servidor do quadro efetivo da UFRN.

Ainda são oferecidas ainda 630 vagas exclusivas para professores da rede pública de ensino nos cursos de especialização na modalidade a distância em Ensino de Filosofia, Matemática e Sociologia para o Ensino Médio, todas financiadas pelo Programa Universidade Aberta do Brasil. Essas vagas serão distribuídas nos polos de Caicó, Caraúbas, Currais Novos, Grossos, Guamaré, Luís Gomes, Macau, Natal, Marcelino Vieira, Martins e São Gonçalo do Amarante.

Fonte: SEDIS-UFRN

Dia do sacerdócio homenagem ao Padre Carlos Eduardo

Ser padre é ser abençoado e verdadeiramente escolhido por Deus. Sem dúvida nenhuma, somente alguém que tem Deus ao seu lado é capaz de realizar tantos feitos como celebrar a Eucaristia, pregar o Evangelho, acolher os pecadores, orientar e acompanhar como somente um pai pode fazer. Um pai espiritual dado pelo Senhor para nos guiar no caminho da salvação. Ser padre não é uma tarefa fácil! Deixar tudo é entregar-se completamente nas mãos do Senhor pede vocação, força e fé. Muita fé. O padre é um ser humano sujeito a tentações, fraquezas e também emoções e sentimentos. É claro que, em alguns casos, nem sempre os limites humanos são superados, mas a graça divina e a oração constante são a melhor ajuda para os momentos de dificuldade. O padre precisa de nós tanto quanto nós dele. Precisa do nosso apoio, colaboração e compreensão; precisa do nosso amor, da nossa amizade e de nossas orações. Precisa que rezemos pedindo que Deus o santifique, ampare e console nos instantes de fraqueza; que Deus lhe dê animo e coragem para seguir confiante e com alegria em sua missão. Este dia deve ser repleto de agradecimentos e louvor pelo padre que temos. Deve ser o dia de um abraço caloroso e fraternal, de um ‘muito obrigado’ sincero e de festa. Ter um padre em nossa comunidade é uma benção de Deus e isto precisa ser celebrado com muito amor e alegria. Felicidade a todos os padres, especialmente ao nosso Pároco Pe Carlos Eduardo de Lira. Que Deus sempre o abençoe e guarde, hoje e sempre.

Homenagem dos Paroquianos de Florânia e Tenente Laurentino Cruz.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Dilma promete reforçar sistema de escolas técnicas

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (15) que vai transformar o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Médio e Emprego (Pronatec) em política pública de Estado. Ela participou da formatura do programa em São Gonçalo, região metropolitana do Rio de Janeiro, segundo maior colégio eleitoral do estado.
"No passado era proibido que o governo investisse em escolas técnicas. Fizemos uma lei e agora podemos investir em escolas técnicas. Nenhum país em nenhum lugar do mundo é desenvolvido sem educação técnica de qualidade e capacitação profissional" disse ela. "Meu compromisso é transformar o Pronatec em programa de Estado brasileiro", concluiu.
Dilma ressaltou que, até o fim do ano, serão investidos R$ 14 bilhões para garantir 8,3 milhões de matrículas em mais de 3.800 municípios para o programa, criado em 2011. Dilma falou para milhares de formandos de mais de 20 municípios do Rio.
"Quanto mais usamos a cabeça, mais mudamos a qualidade da produção". A presidenta participa daqui a pouco, da cerimônia de entrega de 720 unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal.
Agência Brasil.

Enem deve ser aplicado dias 8 e 9 de novembro, diz Inep


Enem - banner

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 poderá ser aplicada nos dias 8 e 9 de novembro. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que as instituições de ensino onde o exame é aplicado estão sendo consultadas sobre a disponibilidade da data. A definição dependerá da resposta dessas instituições, de acordo com a assessoria do Inep.
No ano passado, a prova do Enem foi aplicada nos dias 26 e 27 de outubro. O resultado foi divulgado no dia 3 de janeiro. Caso o Enem 2014 seja confirmado para o segundo final de semana de novembro ocorrerá após as eleições, em outubro.
Cerca de 5 milhões de estudantes fizeram o Enem 2013. A nota do exame pode ser usada para a participar de programas como o Sistema de Seleção de Unificada (Sisu), que seleciona estudantes para vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que seleciona estudantes para vagas gratuitas em cursos técnicos.
O Enem é também pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para a obter bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras.
Agência Brasil.

Maratona de projetos tem as inscrições prorrogadas até dia 22

A segunda edição do Hackathon Dados Educacionais teve o prazo de inscrições prorrogado até as 23h59 de terça-feira, 22. Os concorrentes devem preencher formulário on-line e anexar vídeo com a apresentação da ideia.
Ao participar do Hackathon, programadores, designers e inventores de todo o Brasil enfrentarão uma maratona de 48 horas, de 16 a 18 de maio, em Brasília, com o objetivo de desenvolver projetos de transparência de informações públicas por meio de tecnologias digitais. O evento é promovido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), com o apoio da Fundação Lemann, e distribuirá R$ 10 mil em bolsas para a implementação dos projetos mais bem colocados.
A expectativa é proporcionar um espaço para interação e formulação de ideias sobre apresentação de dados educacionais de maneira relevante e compreensível para a sociedade. O Hackathon (maratona de programação) atende à necessidade de melhorar o acesso aos dados e aos resultados das avaliações do Inep para diferentes públicos.
Os participantes e equipes selecionados terão as despesas de passagens aéreas, hospedagem e alimentação custeadas pelo Inep. O resultado da seleção será divulgado no dia 28 próximo.
ficha de inscrição está disponível nas páginas do evento na internet.
Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

domingo, 13 de abril de 2014

MEC traça com líderes ciganos metas de atendimento escolar


A secretária de Educação Continuada, Macaé dos Santos, recebe lideranças ciganas no MEC (Foto: Diego Rocha/MEC)O Ministério da Educação prepara o atendimento escolar à população cigana, estimada em 900 mil pessoas. Seus representantes se reuniram nesta quarta-feira, 10, com Thiago Thobias, diretor de políticas étnico-raciais da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do Ministério da Educação, para discutir a implementação das diretrizes definidas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE).
Eles têm tradição, mas ainda não passaram pelo censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Alguns se definem sedentários e fixam moradia, outros cumprem rotas dos povos itinerantes no Brasil. Carlos Amaral, líder comunitário da etnia Calon, do município de Belo Horizonte, explicou como se identificam: “Pela família, traje, linguagens e línguas. A minha etnia, Calon, fala chibre.”
Durante a reunião com Thobias, estabeleceram, entre outras metas, indicar as rotas habituais dos povos ciganos em determinadas regiões, para que a Secadi possa promover encontros com dirigentes educacionais de municípios e orientá-los sobre a Resolução Nº 3, da Câmara de Educação Básica do CNE, que definiu as diretrizes para o atendimento escolar para as populações em situação de itinerância.
Os ciganos chegaram ao Brasil em 1574, após serem expulsos da Europa. Segundo relatos, Portugal e Espanha cortavam suas orelhas e os jogavam às galeras para serem deportados, porque eram considerados diabólicos. Há dois grandes grupos no país: os calons (de origem ibérica) e os rom (do leste europeu).
“Sofremos preconceitos, somos hostilizados em alguns estados mais do que em outros”, contou Cláudio Iovanovitchi, líder comunitário de etnia Matchuwaia, representante da Associação de Preservação da Cultura Cigana no Paraná. No final da reunião, Cláudio brincou: “Como a nossa história vai começar agora, essa foto vai para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, como patrimônio imaterial.”
Desde 2003, com a criação do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR), órgão da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) da Presidência da República, uma parcela dessa comunidade passou a contar com políticas públicas elaboradas especificamente para os ciganos.

Acesse a Portaria nº 10, de 28 de fevereiro de 2014, que institui o Grupo de Trabalho
Acesse a Resolução nº 3 do CNE

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Vai a Plenário projeto que trata de cursos de mestrado e doutorado a distância

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou nesta terça-feira (8) projeto que define regras gerais sobre a realização de cursos de mestrado e doutorado a distância. A proposta acolhida foi o substitutivo da Câmara dos Deputados a projeto (PLS 264/1999) apresentado ao Senado pela ex-senadora Emília Fernandes. A matéria ainda será votada pelo Plenário do Senado.
De acordo com o projeto, os programas de mestrado e doutorado a distância observarão, no que couber, as mesmas normas vigentes para o ensino presencial, permitindo-se as adequações necessárias às peculiaridades dessa modalidade do processo educacional.
Em qualquer caso, no entanto, será exigida a realização presencial de exames e de defesa de trabalhos ou outras formas de avaliação de desempenho que venham a ser desenvolvidas com as inovações da tecnologia educacional.
A proposta trata ainda do reconhecimento dos diplomas de mestrado e doutorado a distância expedidos por universidades estrangeiras segundo o que dispõe um dos dispositivos da Lei de Diretrizes em Bases (LDB). Por esse dispositivo, “as normas para produção, controle e avaliação de programas de educação a distância e a autorização para sua implementação caberão aos respectivos sistemas de ensino, podendo haver cooperação e integração entre os diferentes sistemas”.
Oferta reduzida
De acordo com informações registradas no Portal Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), até o momento há apenas um curso no formato semi-presencial de mestrado recomendado pelo orgão, o Programa de Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (Profmat). Neste curso, os alunos recebem bolsas da Capes, conforme o Ministério da Educação.
É ainda informado que o ministério pretende, com este incentivo, que as instituições de ensino superior apresentem à Capes propostas de novos cursos de mestrado profissional a distância voltados a professores da educação básica.
A Capes é a responsável pela recomendação de todos os cursos de mestrado e doutorado no Brasil. Para funcionar e ter autorização do Ministério da Educação, as propostas de cursos são apresentadas à Capes.
Agência Senado

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Caern suspende abastecimento da adutora Serra de Santana até segunda-feira (14) -

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) suspende o abastecimento da Adutora Serra de Santana a partir das 7 horas da manhã desta quinta-feira (10), para substituição de parte da tubulação que apresentou vazamento.
A parada segue até a próxima segunda-feira (14), quando está previsto ser retomado o fornecimento, às 7h da manhã. Com a intervenção, ficam desabastecidas as cidades de Florânia, Tenente Laurentino, Lagoa Nova, São Vicente, Bodó e comunidades rurais abastecidas pela adutora.

Evasão e reprovação no Ensino Médio preocupam, reconhece ministro

O ministro da Educação, Henrique Paim, reconheceu ontem que o Ensino médio é o setor com mais problemas e um dos maiores desafios da pasta. Os elevados índices de reprovação e evasão aliados a problemas de qualidade preocupam o ministro, que participou de audiência na Comissão de Educação (CE).
Para melhorar a situação, o governo aposta agora no Pacto Nacional pelo Ensino médio, que envolve uma série de ações com as secretarias de Educação dos estados para melhorar a formação dos Professores e coordenadores pedagógicos. Entre as metas, está o aumento de indicadores de proficiência em matemática, português e ciências. O ministro informou que todos os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal já aderiram ao programa.
— É importante dizer que existe uma unanimidade no Brasil de que a gente precisa melhorar. Só que nosso problema, na realidade, é de qualidade e de inclusão. Logo no primeiro ano do Ensino médio, o índice de reprovação é de 30%, fator que está relacionado também à evasão Escolar. De 1997 para cá, conseguimos a inclusão de 5 milhões de estudantes. Fazer essa inserção com qualidade é o desafio.
Paim disse que a ampliação da jornada dos estudantes é outro ponto que vai receber atenção. Ele informou que, de 2010 a 2013, houve um crescimento de 139% no número de matrículas com jornada igual ou superior a sete horas.
— O Ministério da Educação investe R$ 2 bilhões por ano nesse programa.
O ministro também esclareceu a situação dos estudantes da Gama Filho e do Centro Universitário da Cidade (UniverCidade), descredenciadas em janeiro pelo Ministério da Educação. Segundo ele, cerca de 90% dos Alunos que entraram no processo de transferência assistida do ministério conseguiram migrar para outras instituições.
http://www.todospelaeducacao.org.br/

Votação do PNE é adiada para 22 de abril

terça-feira, 8 de abril de 2014

Agricultores de Florânia RN terão fartura com o bom inverno




Sertanejo feliz com as chuvas caídas na região do Seridó.
Nesses últimos dias as chuvas tem alegrado o povo seridoense, no qual as perspectivas de um bom inverno e muita fartura trazem de volta a alegria do homem do campo.
Fotos: Juraci Araújo

Estudante potiguar conquista competição internacional

A estudante do Senac/RN, Juliana Almeida, ganhou medalha de ouro na WorldSkills Americas (WSA) 2014, um dos maiores eventos de educação profissional do mundo. Representando o Brasil na ocupação cabeleireiro, ela disputou o título com competidores da Costa Rica e Barbados.

A cerimônia de premiação, onde os ganhadores foram anunciados, ocorreu na manhã do último domingo (6), na Câmara do Comércio de Bogotá. O torneio foi realizado de primeiro a 5 de abril, no Centro de Feiras e Exposições Corferias, em Bogotá, reunindo cerca de 200 estudantes, oriundos de 17 países, e atraindo público superior a 120 mil visitantes.

Moradora do Assentamento Maísa, na zona rural do município de Mossoró, Juliana Almeida iniciou seus estudos profissionalizantes por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG). “Ganhar essa medalha de ouro para o Brasil significa muito para mim. É um grande orgulho, fruto de muito trabalho e dedicação. Passei por um intenso treinamento e agradeço ao Senac pelas oportunidades que a instituição tem me proporcionado”, disse a potiguar.

Para conseguir o ouro, Juliana Almeida executou sete provas, cada uma delas com prazo de execução determinado. As tarefas mediram seu conhecimento em técnicas de corte, coloração e modelagem, bem como avaliaram habilidades criativas na construção de penteados, considerando tendências internacionais nos estilos clássicos e fashions.

A WordlSkills Americas testa os alunos considerando padrões internacionais de qualidade. Esse é o segundo ano consecutivo que uma estudante norte-rio-grandense vence o torneio. Na segunda edição do evento, realizada em São Paulo, no ano de 2012, a também mossoroense Juliana Leslye obteve a medalha de ouro para o Brasil na mesma ocupação.
http://nominuto.com/

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Nomes para o Parlamento Juvenil devem ser indicados até 15 de maio

Jovens entre 14 e 17 anos de idade, matriculados no primeiro ou no segundo ano do ensino médio regular público, podem se tornar representantes brasileiros no Parlamento Juvenil do Mercosul para o período 2014-2016. Secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal têm até 15 de maio para enviar à Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação os nomes de três estudantes matriculados em escolas públicas.
O MEC promoverá em Vitória, Espírito Santo, de 4 a 7 de junho, o encontro nacional dos selecionados na etapa estadual. Eles elegerão para o Parlamento Juvenil um representante de cada unidade federativa. Caberão ao MEC as despesas referentes a traslado, passagens aéreas, hospedagem e alimentação dos estudantes.
A etapa de seleção das secretarias deve ser organizada em encontros de quatro horas de duração. Para a garantia da diversidade e da igualdade, deve ser indicado um representante do sexo masculino, uma do feminino e um de estudantes negros, indígenas, moradores de comunidades populares, das áreas rurais ou com deficiência.
Esta é a terceira seleção para o Parlamento Juvenil do Mercosul, formado por estudantes dos países que integram o bloco — Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela. Os representantes vão discutir a formação política e cidadã da juventude a partir do questionamento O Ensino Médio que Queremos, com reflexão e discussão sobre inclusão educativa, gênero, jovens e trabalho, participação cidadã dos jovens e direitos humanos.
Assessoria de Comunicação Social

Mais Educação recebe inscrição de escolas públicas até maio

Está aberto o período de cadastramento de novas escolas públicas que pretendam integrar o Programa Mais Educação, da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação. O cadastramento deve ser feito por meio do acesso ao sistema do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) interativo e o cadastramento pode ser feito até o final de maio.
A oferta da educação integral é realizada por meio da diversificação de atividades educacionais. As escolas passam a oferecer orientação de estudos e leitura, com acompanhamento pedagógico, obrigatória para todas as escolas, com monitoria, preferencialmente, de estudante de licenciaturas vinculadas ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), ou estudante de graduação com estágio supervisionado.
Além do acompanhamento, os participantes podem optar por ações nas áreas de educação ambiental; esporte e lazer; direitos humanos em educação; cultura e artes; cultura digital; promoção da saúde; comunicação e uso de mídias; investigação no campo das ciências da natureza e educação econômica.
A meta para 2014 é alcançar a adesão de 60 mil escolas. Escolas que se apresentam com 50% ou mais de estudantes participantes do Programa Bolsa Família mantêm-se prioritárias para o atendimento, considerando a intersetorialidade do programa com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), por meio do Programa Brasil Sem Miséria.
O Programa Mais Educação tem a finalidade de contribuir para a melhoria da aprendizagem, com o estímulo à ampliação do tempo de permanência de crianças, adolescentes e jovens matriculados em escola pública. É a estratégia indutora da educação em tempo integral no Brasil, instituída pela Portaria Interministerial n.º 17/2007 e regulamentado pelo Decreto 7083/2010.
Acesse a página do PDDE Interativo para cadastrar a escola 

Confira o passo a passo para o cadastramento de novas escolas
 http://portal.mec.gov.br/

domingo, 6 de abril de 2014

Depois de 20 anos a floraniense Rita Luíza volta a sua Terra.





Depois de 20 anos a floraniense Rita Luíza retorna a sua Terra Florânia para reencontrar os amigos e familiares.
Num almoço especial convidados os familiares de Tenente Laurentino  Cruz e de  Florânia  a prof.ª Juraci Araújo, amiga de muitos anos.
Fotos: Juraci Araújo.

Governo federal anuncia concursos para mais de 47 mil vagas

O Ministério do Planejamento anunciou a realização de concursos públicos para preenchimento de 47.112 vagas, conforme a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2014, já sancionada pela presidente Dilma Rousseff.
As vagas federais englobam os três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e são relativas a cargos vagos já existentes, sendo que 42.353 poderão ser aproveitadas para o atendimento de demandas dos órgãos por novos quadros de pessoal e outras 4.759 estão reservadas, em separado, para concursos com a finalidade específica de substituição de terceirizados, informou o Ministério, por meio da sua assessoria de imprensa.
“As seleções de 2014 visam a recomposição da força de trabalho em áreas de atuação estratégica, tais como segurança pública, infraestrutura, saúde, educação, formulação de políticas públicas e gestão governamental”, reforçou em nota.

http://nominuto.com/

MPF debate aplicação dos royalties do petróleo na inclusão educacional

O Ministério Público Federal (MPF) em Campos dos Goytacazes, na região norte fluminense, faz hoje (4),  no Teatro Municipal Trianon , no centro do município, o Fórum Nacional Royalties e Direitos Humanos. O evento  debate a destinação dos royalties do petróleo e, de forma mais específica,  dos royalties como ferramenta de inclusão educacional. ”Discute a utilização dosroyalties como ferramenta na alavancagem dos índices brasileiros  de desenvolvimento humano”,  disse à Agência Brasil  o procurador da República, Eduardo  Santos de Oliveira.
Oliveira coordena o  Grupo de Ação Estratégica para Assuntos do Petróleo, vinculado à 3ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, que é o organizador do fórum. O procurador frisou que o Brasil não ocupa uma posição satisfatória nesses índices de desenvolvimento humano (IDH).
O procurador confirmou que, em geral, as empresas produtoras de petróleo obtêm lucros com a atividade, mas os recursos oriundos do petróleo não contribuem de forma significativa para a melhoria da qualidade de vida da população. Ele explicou que isso, na verdade, é conhecido em termos mundiais, na literatura, como a maldição do petróleo ou o paradoxo do petróleo. “Porque o petróleo contribui para aumentar o Produto Interno Bruto (PIB), a riqueza dos países produtores mas, paradoxalmente, as populações  não ostentam índices  de direitos humanos compatíveis com essa riqueza. Quer dizer, empresas ricas, povo pobre. É o paradoxo”.
O governo federal promulgou, em setembro do ano passado,  a Lei 12.858, que estabelece o percentual de 75% dos royalties para ser aplicado em educação e 25% em saúde. O fórum, acrescentou o procurador da República, pretende fomentar a discussão, no sentido  que os municípios, produtores ou não, estabeleçam marcos regulatórios  municipais ou se adequem a novos marcos, tomando  a lei como referência.
“É necessário que a gente legisle, que a gente preencha lacunas legislativas, para amarrar a aplicação dos royalties e que isso seja uma coisa de médio e longo prazo”.
Prefeitos, secretários municipais de educação, diretores de escola, professores, promotores de Justiça, defensores públicos, além de representantes do MPF, da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)  e pesquisadores participam dos debates, que se estenderão até a noite de hoje.
http://agenciabrasil.ebc.com.br/

MEC oferece curso gratuito de inglês para professores

A partir de maio, os professores dos institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) poderão ter acesso a curso de inglês gratuito pelo Programa Inglês sem Fonteiras, oferecido pelo Ministério da Educação (MEC). A novidade foi divulgada hoje (4) pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Atualmente, o curso é oferecido a estudantes de graduação e pós-graduação matriculados em universidades públicas e alunos de instituições privadas que tenham obtido no mínimo 600 pontos em uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2009.
O programa tem o objetivo de melhorar o nível de inglês dos estudantes e aumentar a participação no Programa Ciência sem Fronteiras.  Com mais de 500 mil inscritos, o curso funciona pela plataforma virtual My English Online (MEO), que  disponibiliza materiais para o desenvolvimento de habilidades no idioma do nível básico ao avançado, e é desenvolvido pelo setor educacional da National Geographic Learning em parceria com a Cengage Learning.
Também segundo a autarquia, está prevista, também para maio, a apresentação de novas funcionalidades na plataforma do MEO. Entre estas, está a possibilidade de o aluno acompanhar seu desempenho ao longo do curso por meio de relatórios personalizados.
http://agenciabrasil.ebc.com.br/

sexta-feira, 4 de abril de 2014

ALUNOS BRASILEIROS QUE REPETEM DE ANO TÊM NOTA ATÉ 25% MENOR NO PISA

Estudantes brasileiros que fizeram as provas do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês) em 2012 e afirmaram já ter repetido de ano mais de uma vez tiveram desempenho até 25% pior que os alunos que nunca reprovaram em uma série escolar. Um levantamento feito pelo G1 com base no questionário aplicado pelo Pisa mostra uma relação direta entre a repetência, a frequência escolar e o desempenho no exame.
Os dados do Pisa foram coletados pelo coordenador de projetos da Fundação Lemann, Ernesto Martins Faria, que diz que o resultado não indica necessariamente que repetir impacta o aprendizado de forma negativa, mas que essa grande diferença no desempenho aponta para uma ineficiência na repetição da série. "É possível perceber que poucos alunos que já repetiram a série demonstram um aprendizado adequado. Considerando os malefícios da política [pode favorecer o abandono escolar e estigmatizar o estudante], esse cenário merece atenção.
O Pisa é aplicado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) a cada três anos com estudantes de 15 anos – perto de concluírem o ciclo básico de ensino. O objetivo é analisar até que ponto esses adolescentes aprenderam conceitos e habilidades consideradas "essenciais para a completa participação em sociedades modernas". O Brasil não é membro da OCDE, mas é um dos integrantes da avaliação, além de fazer parte, desde 2013, do conselho diretor do programa.
Na terça-feira (1°), foi divulgado pela primeira vez o resultado de um teste de raciocínio aplicado pelo Pisa. Os estudantes brasileiros ficaram na 38ª posição, com 428 pontos, entre um total de 44 países.
O questionário que os alunos responderam na prova incluía perguntas sobre frequência escolar e repetência. Uma das questões perguntava aos estudantes se eles já haviam repetido de ano uma ou mais vezes em três etapas diferentes do ensino básico: durante os anos iniciais do ensino fundamental, nos anos finais do fundamental, e/ou ao longo do ensino médio.
Mais de dois terços dos participantes brasileiros responderam que nunca ficaram retidos em nenhuma dessas etapas. De acordo com o Pisa 2012, a média no teste de leitura dos candidatos que nunca haviam repetido nas primeiras séries do ensino fundamental foi de 435 pontos, enquanto a dos alunos que admitiram ter repetido mais de uma vez nessa mesma etapa foi de 326 pontos (25% menor).
Em matemática, os estudantes não repetentes ficaram com média de 412 pontos, enquanto aqueles que haviam repetido mais de um ano no fundamental tiveram média de 325 pontos – desempenho 21% menor. Já em ciências, os participantes não repetentes tiveram média de 425 pontos, contra 331 dos repetentes, o que representa uma redução de 22% na nota.
Os estudantes brasileiros não repetentes tiveram pelo menos 20 pontos a mais na nota final que a média do país nas três provas. Já os que repetiram mais de um ano ficaram pelo menos 66 pontos abaixo da média nos três exames. A maior diferença foi em leitura: quem repetiu mais de um ano no início do ensino fundamental ficou com 84 pontos a menos que a média nacional, e 109 pontos atrás de quem nunca repetiu entre o primeiro e o quinto anos do fundamental.
Atrasos e aulas perdidas
O questionário aplicado pelo Pisa também revelou se os alunos costumavam se atrasar para as aulas ou se tinham o hábito de "matar" dias inteiros na escola. O cruzamento feito pelo G1 mostra que, quanto mais frequentes são esses hábitos, menor é a nota média do grupo analisado.
Os alunos que disseram não ter se atrasado para nenhuma aula nas duas semanas anteriores ao Pisa tiveram média de 413 pontos em leitura, 394 em matemática e 408 em ciências. Já os que afirmaram ter se atrasado pelo menos cinco vezes no período ficaram com nota média de 391 pontos em leitura, 372 em matemática e 381 em ciências.
http://www.todospelaeducacao.org.br/

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Mais uma conquista: Lei que garante 1/3 de hora atividade e promoção das letras é publicada

A lei que estabelece o 1/3 de hora atividade dos professores e da promoção nas carreiras de professor e de especialista em educação já está em vigor desde o dia 28 de março. A partir de agora os educadores que se especializarem não mais voltarão à letra do início da carreira.
A diretora de assuntos jurídicos do SINTE/RN, Vera Messias, ressalta que se trata de uma conquista histórica que há muito integrava a pauta das campanhas salariais, que inclusive foi descumprida pelo governo quando da ocasião da greve de 2013.
http://www.sintern.org.br/

Deputados divergem na comissão especial sobre a inclusão de questões de gênero e de orientação sexual

A votação do projeto do Plano Nacional da Educação (PNE - PL 8035/10) foi adiada novamente na comissão especial da Câmara que analisa a proposta. O PNE define 20 metas para o Ensino no Brasil nos próximos dez anos. Um dos objetivos é aumentar a Escolaridade dos brasileiros. O projeto, que já havia sido aprovado pelos deputados em 2012 e encaminhado ao Senado, voltou para exame na Câmara porque foi modificado pelos senadores.
Ontem, polêmicas causadas pelas questões de gênero e de orientação sexual previstas num dos artigos do PNE ocuparam o espaço dos debates, e a votação da proposta teve que ser adiada para a semana que vem, por causa do início da Ordem do Dia no Plenário. Situação nova- Na sala repleta de manifestantes, o foco maior das discussões foi o artigo 2º do projeto, que define as diretrizes do Plano Nacional da Educação.
Um dos incisos desse artigo diz que, entre as diretrizes do PNE, está a superação das desigualdades educacionais. O texto que havia sido aprovado na Câmara definia que a superação dessas desigualdades educacionais ocorreria “com ênfase na promoção da igualdade racial, regional, de gênero e de orientação sexual”. Os senadores mudaram esse inciso e definiram que, na superação das desigualdades educacionais, teriam ênfase a promoção da cidadania e a erradicação de todas as formas de discriminação.
Por sua vez, o relator na comissão especial, deputado Angelo Vanhoni, do PT do Paraná, mudou os dois textos, criando uma nova redação, o que gerou indignação do deputado Marcos Rogério (PDT-RO). “Ele não acatou o texto do Senado e trouxe de volta o texto da Câmara, acrescentando parte do texto do Senado. Só que, aí, ele criou uma situação jurídica nova. Por quê? Porque, antes, a meta era a promoção da igualdade racial, a promoção regional, a promoção do gênero e a promoção da orientação sexual. Agora, ele coloca como meta a promoção desses quatro eixos, excluiu a palavra cidadania que o Senado acrescentou, e colocou, como meta, a erradicação de todas as formas de discriminação. Ou o relator está reduzindo o texto, ou então ele está criando uma situação nova. O que é a promoção da orientação sexual? Como se promove a orientação sexual? Essa é a questão.”
Estado laico- Por outro lado, o deputado Jean Wyllys (Psol-RJ), defendeu as modificações feitas pelo relator, afirmando que as críticas ao texto tinham por fundo “argumentos religiosos”. O Brasil, disse Wyllys, “é um Estado laico, um Estado democrático de direito, uma República. Portanto, argumentos religiosos não deveriam ser trazidos para um debate sobre o Plano Nacional de Educação”.
O deputado do Psol pediu que o texto se mantenha como o relator Vanhoni o redigiu: o texto que contempla, nas diretrizes da Educação brasileira, o conteúdo de identidade de gênero. “É fundamental que isso permaneça, porque a própria Constituição Federal diz que é objetivo da República promover o bem de todos, sem discriminação de origem, raça, sexo e quaisquer outras formas de discriminação.”
Em razão das divergências, o deputado Angelo Vanhoni informou que vai retomar o texto originalmente aprovado pela Câmara. Isso inclui a retirada da meta prevista no substitutivo do Senado que estabelece a adoção de políticas de estímulo às Escolas que melhorem seu desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação básica (Ideb). O relator não acha adequado incluir esse tipo de premiação no texto do PNE. A comissão especial do Plano Nacional da Educação volta a se reunir para tentar votar o relatório na próxima terça-feira (8).
 http://www.todospelaeducacao.org.br/

Aberta nova seleção para bolsas de doutorado na Alemanha

Estão abertas as inscrições para a seleção 2014/2015 do Programa Conjunto de Bolsas de Doutorado na Alemanha. A iniciativa tem por objetivo apoiar candidatos com excelente qualificação científica e acadêmica para realização de doutorado pleno, de duplo doutorado e de doutorado sanduíche na Alemanha. O período de inscrição vai até 28 de abril.
O programa é fruto de parceria entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD).
As candidaturas devem ser apresentadas por meio do formulário eletrônico disponível naplataforma Carlos Chagas, localizada na página do CNPq. Uma versão da documentação deverá ser encaminhada por correio para o escritório do DAAD, no Rio de Janeiro.
Cada agência possui uma quota de bolsas e diferentes critérios para sua concessão. Após a seleção, o bolsista deverá se orientar pelas normas da agência que financiará sua bolsa. A quota de bolsas a serem contempladas por cada agência será de até 30 bolsas pela Capes, 35 pelo CNPq e 20 bolsas pelo DAAD.
Benefícios
Pela Capes, o edital prevê a concessão de quatro a doze mensalidades de bolsa para realização de doutorado sanduíche no exterior; até 48 mensalidades de bolsa para realização de doutorado pleno no exterior; e até 18 mensalidades de bolsa para realização de duplo doutorado no exterior.
Além das mensalidades, estão previstas passagem aérea de ida e volta ou auxílio-deslocamento, auxílio-instalação, auxílio para aquisição de seguro-saúde e auxílio de adicional localidade para as cidades de alto custo. Para os bolsistas de doutorado pleno, é concedido direito a passagem aérea ou auxílio-deslocamento para um dependente e adicionais de auxílio seguro-saúde e mensalidade para até dois dependentes.
Curso de Alemão
O programa prevê a concessão de curso de alemão pelo DAAD, antes do início da pesquisa, para todos os bolsistas selecionados. A duração do curso é estabelecida de acordo com o nível de conhecimento do idioma alemão de cada candidato, a área de pesquisa na Alemanha e as condições e os pré-requisitos da universidade anfitriã alemã.
Os candidatos ao doutorado sanduíche e ao duplo doutorado terão direito ao curso de alemão apenas se a duração dos estudos de doutorado na Alemanha for igual ou superior a seis meses.
Mais informações pelos e-mails doutorado@daad.org.br,doutorado_alemanha@capes.gov.br e codes@cnpq.br.
Acesse o edital.
http://www.capes.gov.br/